Texto foi provado pelo Senado no final da tarde de quarta-feira, e agora segue para a sanção da presidência da República. Adesão ainda será analisada pela Assembleia gaúcha.

  Sartori disse que texto aprovado no Senado será analisado pela assembleia gaúcha antes da adesão (Foto: Daniela Barcellos/Palácio Piratini )
  Foto: Daniela Barcellos/Palácio Piratini.
 

Após a aprovação do projeto de recuperação fiscal dos estados no Senado na quarta-feira (17), o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, divulgou comunicado no qual afirma que a medida “é mais um passo na caminhada em direção à sustentabilidade financeira”.

Após a aprovação pelo Senado, o projeto segue agora para a sanção do presidente Michel Temer. De acordo com o texto, as parcelas da dívida do estado com a União serão suspensas por três anos.

Para aderir ao regime de recuperação fiscal, os estados tinham que cumprir uma série de medidas, entre as quais estava a suspensão de contratações, diminuição de gastos e privatizações.

"Acompanhei todo o processo, dialogando com o governo federal, com deputados e senadores, especialmente os da Bancada do Rio Grande do Sul. Seguirei acompanhando o andamento do processo, a sanção e, posteriormente, encaminharemos para apreciação da Assembleia Legislativa. Vamos decidir, com muita transparência e seriedade, a adesão ou não ao Regime de Recuperação Fiscal", declarou Sartori sobre o texto.

Fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/sartori-diz-que-aprovacao-de-recuperacao-fiscal-e-passo-para-a-sustentabilidade-financeira.ghtml



Comentários